XVII – HI TECH NA OTORRINOLARINGOLOGIA

Desejando levar informações sobre certos procedimentos na nossa especialidade, e também um intercâmbio entre áreas afins, procuramos resumir em poucas linhas o que podemos oferecer, pois sabe-se que existe um desconhecimento sobre alguns ítens importantes.

Até mesmo a mídia, vem mostrando com sensacionalismo, o que já temos há vários anos. Basta dizer que a cirurgia do Ronco, a Palatouvulofaringoplastia, já é realizada no nosso serviço em Goiânia desde 1984, portanto há 12 anos.

Nestes tempos modernos, quando o ser humano já está conseguindo mapear o Universo, depois do advento dos Radiotelescópios, a Otorrinolaringologia vem evoluindo para exames e cirurgias sob visão ampliada, monitorada, gravada em vídeo e fotografada.

Entraram em cena os Telescópios, os Microscópios Cirúrgicos e os Nasofaringobroncofibroscópios.

Com o Telescópio de visão angulada e magnificada, ligado à Microcâmara e a uma fonte de luz, examina-se rapidamente a garganta, hipofaringe, as Cordas Vocais vibrando e a região posterior do nariz ou rinofaringe, sem que o paciente precise ao menos abrir a boca, pois o aparelho tem a dimensão de um termômetro e visualiza-se no monitor de TV.

Com o Microscópio Cirúrgico que magnifica a imagem em 40 vezes, procede-se as mais variadas cirurgias com pinças diferenciadas e Microbisturís especiais que cortam, vaporizam e coagulam.

Transforma-se assim grande parte das cirurgias convencionais de alta relevância sob anestesia geral, em pequenos procedimentos bastante seletivos, e até mesmo, mais eficientes, sob anestesia local -out patient.

Foram assim beneficiados os portadores da Obstrução Nasal, Rino Sinusite, Faringite, Amigdalite, Laringite, Otite, Ressono ou Ronco, entre outros.

Com o Nasofaringobroncofibroscópio canaliculado, um aparelho flexível que entra pelas narinas, e é dirigido por controle até os Brônquios nos Pulmões ou ao Esôfago, realiza-se exames e procedimentos em todo o seu percurso com imagens também ampliadas na TV.

Instrumentos e pinças especiais que penetram no canal deste aparelho, permitem ao Otorrino infiltrar anestésicos e medicamentos, lavar e aspirar secreções, biopsiar, excisar tecidos e retirar corpos extranhos.

Um bisturí flexível específico, que também entra neste canal, permite-nos cortar, vaporizar pequenas tumorações e coagular vasos sangrantes.

Desta forma, consegue-se também coagular e excisar pequenos nódulos das Cordas Vocais sob anestesia local.

Os aparelhos são acoplados ao mesmo sistema televisível que também grava em vídeo, congela, memoriza e transforma as imagens desejadas em fotos coloridas no Vídeo Printer instantaneamente por controle remoto. Portanto, exames e cirurgias são facilmente documentados em fitas e fotografias.

Pode-se também sequenciar e subdividir em até 16 pequenas imagens diferentes numa só foto.

 

Mais:
Vídeos
Sala de Vídeos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>